IMG_2984jumpper
FOTO: Virgínia Pitzer

 

Origem da ideia

A Jumpper se originou através da observação do Vinicius, CEO da equipe, o qual percebeu que tinha muitas roupas em seu guarda-roupa que não estava usando. Ao perguntar a um amigo se ele tinha interesse em comprar uma camisa, o amigo sugeriu uma troca por uma calça que não cabia mais nele. A partir daí  a ideia surgiu, e a equipe começou a ser formada a partir dos meetups do Lemonade.

A Jumpper vem com uma proposta  inovadora e pretende trabalhar num mercado ainda desconhecido pelas empresas, criando a primeira plataforma de trocas de itens de vestuário online. Nossa equipe percebeu que muitas pessoas não realizavam essas trocas coletivas por ser difícil o acesso à pessoas interessadas, e ser pouco prático realizá-las. Nossa plataforma vai criar a melhor experiência de troca para nossos usuários, promovendo a eles uma uma maneira de ganhar uma roupa nova e pagando bem pouco por ela.

Dor identificada

A dor de mercado foi  validada  após a realização de uma pesquisa feita com 768 consumidores em um questionário e 11 entrevistas presenciais com perguntas abertas. Destes clientes percebemos que 62,4% eram mulheres, por serem a maioria se tornaram nosso público alvo. Chegamos a conclusão que dentro destas mulheres 93 % tinham acessórios em seus armários que não eram usados  e que 58%  já tinha adquirido acessórios de segunda mão. E o que achamos surpreendente é que 72%  das entrevistadas não ligavam de usar acessórios usados. As hipóteses validadas foram as seguintes:

  • 93% das mulheres possuem acessórios que não usam;
  • 58% das mulheres já adquiriram acessórios de segunda mão;
  • 72% das mulheres usariam acessórios de outras pessoas.

Solução proposta

Nossa solução foi validada com uma página web, onde os usuários conseguiam realizar as operações básicas e as primeiras transações. A Jumpper é uma plataforma de trocas coletivas acessível e interativa, funcionando como um bazar online, onde todos podem comprar e vender. Nossos usuários   anunciam, com poucos cliques, seus acessórios parados e ganham jumps (moeda virtual) ao vendê-los, podendo, com esses jumps, adquirir algum outro acessório de seu interesse. A moeda virtual é usada para intermediar as operações, ela auxilia nas trocas indiretas entre os usuários, dessa forma, as pessoas podem renovar os seus itens de vestuário a baixo custo.

 

ISHI27-Facebook-icon

linkedin

email-icon

Site