Nessa etapa do programa grande parte das equipes já validaram sua dor e executaram seu MVP, sigla para Minimum Viable Product ou, em português, Produto Mínimo Viável. Para tais resultados os empreendedores tiveram contato direto com seu público e entenderam se sua solução realmente atendia problemas reais.

Com dados já validados, ou não, nessa semana de polimento as startups tiveram a chance de trabalhar ajustes em suas ideias,  com o objetivo de refinar e alcançar melhores resultados.

Para que os participantes conseguissem mergulhar ainda mais no conteúdo, eles tiveram uma palestra com o Conrado Abreu, sócio fundador da Maxmilhas. A plataforma é hoje uma das maiores de compra e venda de passagens aéreas emitidas por milhas. Mas o que os lemonaders não sabiam era que o Conrado, junto com seus sócios, também passaram pelas mesmas etapas que os participantes enfrentam hoje no Lemonade e que também tiveram que fazer diversos ajustes em sua solução.

No topo do ranking das equipes da semana a Tec Flora se destacou pelo processo de validação da dor e pela evolução ao longo do programa. A startup visa desenvolver e produzir  plantas que não precisam de nenhum cuidado e com alta durabilidade. Elas se desenvolvem sem necessitar de terra, água e sol, pois o meio nutritivo que fornece todo o seu alimento.

Fica aqui com a gente para continuar acompanhando a edição 08BSB e também os preparativos para a nova edição, 09UFMG.

Bárbara Santos